Erosão dental requer mudança de hábitos

GettyImages-670888413

Por Roberto Terini*

Não é só a cárie o único problema nos dentes. Algumas lesões advindas de hábitos nocivos também os atingem. Se seus dentes estiverem desgastados ou com sensibilidade, pode ser um indício dessas lesões. Entre elas temos a erosão dental, que apresenta-se como um processo destrutivo, mostrando depressões na superfície do dente, aspereza nas bordas, perda do brilho, descoloração ou aparência amarelada, devido ao desgaste do esmalte.

A dieta moderna é a principal causadora da erosão, principalmente pela ingestão de bebidas ácidas, isotônicos, sucos ácidos, refrigerantes, bebidas alcoólicas que, pelo contato prolongado e frequente, provocam esse desgaste. Há também a erosão provocada pelo refluxo e vômitos (ex: bulimia), pois o suco gástrico muito ácido também é prejudicial. Neste caso, os dentes apresentam as superfícies linguais lisas ou com fissuras, com queixas de sensibilidade aos alimentos gelados ou muito quentes.

A erosão não envolve bactérias ou açúcar como na cárie, mas gera também sensibilidade e comprometimento estético. Pode ocorrer tanto em crianças, que ingerem refrigerantes e sucos industrializados em excesso, como adultos, com seus energéticos e vinhos, entre outros.

A melhor maneira de se controlar a erosão é evitar ingerir alimentos ácidos várias vezes ao dia e entre as refeições. Não bochechar com a bebida na boca, usar canudinho para evitar o contato direto da bebida com os dentes e diminuir a frequência de consumo. Comer alimentos ricos em cálcio, como queijo, junto com os ácidos ajuda a neutralizar seus efeitos.

Pacientes com refluxo devem procurar um médico.

Deve-se evitar escovar os dentes logo após as refeições, pois os ácidos  fragilizam o esmalte e a força da escovação pode remover essa estrutura amolecida. O ideal é um bochecho com água logo em seguida , devendo-se esperar pelo menos quinze minutos para a escovação.

Para evitar a erosão, o melhor realmente é a prevenção. Consultas ao seu dentista, uso do flúor, tratamentos restauradores, aplicações de laser para sensibilidade, uso de pastas regeneradoras de esmalte estão entre as opções de controle da erosão dental.

* Roberto Andrade Terini é dentista de adultos e crianças (CROSP 46020)