Como o tabagismo pode prejudicar a saúde dos seus dentes

Juliana Damasceno
Foto: Reprodução/Pexels

Sempre que lembrado em campanhas de combate ao vício, o tabagismo é apontado como o grande vilão das doenças cardíacas, pulmonares e respiratórias. Porém, embora mencionada em menor intensidade, a saúde bucal também é uma das grandes prejudicadas pelo consumo de cigarros.

Como já comprovado em pesquisas e estudos, o tabagismo é a principal causa de morte e doenças nos EUA. E não existe nível sadio de exposição em um produto de tabaco ou derivado. Os riscos estão relacionados ao tempo de utilização do produto e o número de cigarros consumidos diariamente.

Os primeiros perigos rondam a sua gengiva. A doença periodontal é uma infecção da gengiva e dos ossos ao redor dos dentes. Ela aparece pelo acúmulo de bactérias em dentes vulneráveis e expostos – e os que ainda recebem o tabaco ficam ainda mais próximos de desenvolvê-la. Quase duas vezes mais.

Além de manchar os dentes, a porcentagem de alcatrão contida nos cigarros fatalmente causará mau hálito. Mais grave que isso: o consumo dessas substâncias pode também afetar paladar e olfato, bem como atrasar a recuperação da extração de um dente, só para ficar em um exemplo.

Por fim, e não menos importante, o tabagismo também pode causar o câncer bucal  –  a mutação gradual das células sadias na boca. Pesquisas apontam que o cigarro tem papel significativo em muitos casos de câncer bucal diagnosticados a cada ano). Um estudo da Universidade da Califórnia mostrou que 8 entre 10 pacientes com câncer bucal eram fumantes.

Sempre que a pessoa inala, as substâncias químicas prejudiciais dos produtos com tabaco passam primeiro pela boca e pela garganta antes de atingir os pulmões. Com o tempo e a exposição continuada, essas substâncias podem causar mudanças na cavidade bucal que podem levar ao câncer bucal

Se evitar o tabagismo ainda não é uma meta para você, fique atento aos cuidados de higiene regularmente e não deixe de fazer consultas de rotina para prevenir as dores de cabeça e sustos que tratamos acima. Nunca é tarde para mudar seus hábitos e estilo de vida – substituir prazeres é sempre a melhor escolha.